Com Guerra próximo do Palmeiras, Santos avisa que não entrará em leilão

Conforti e Cafu participaram do lançamento do prêmio “Gestão de Campeão” (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Conforti e Cafu participaram do lançamento do prêmio “Gestão de Campeão” (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O acerto encaminhado pelo Palmeiras com o meio-campista Alejandro Guerra, do Atlético Nacional, frustou a diretoria do Santos. O clube, que negociava com o jogador venezuelano para a próxima temporada, disse nesta terça-feira que não entrará em leilões por nenhum atleta.

“Não vamos leiloar ninguém. Não entramos em leilão. Não temos condições e, por formação, a ideia é de que nós não participamos de leilões. Se o pessoal está com esse tipo de ideia, que o faça. Nós não entraremos”, afirmou o vice-presidente do clube, César Augusto Conforti.

Pessoas próximas à diretoria do Palmeiras confirmaram à Gazeta Esportiva que a equipe alviverde está “muito perto” de contratar Guerra. O Santos enfrenta uma crise financeira e dificilmente conseguirá equiparar a oferta do rival.

Ainda assim, o clube alvinegro enviará nos próximos dias um emissário para a Colômbia. A ideia é ter uma última conversa com o Atlético Nacional e tentar diminuir a pedida de R$ 7 milhões pelo venezuelano. O intermediário também tratará da possível contratação do atacante Orlando Berrío, outro jogador do Atlético Nacional.

guerra-3

“Nós estamos em negociação [pelo Berrío]. Vamos ver no que vai dar. O Guerra também é um jogador que interessa, mas não entraremos em leilões”, reiterou Conforti durante o lançamento de um prêmio de gestão instituído pela Ambev nesta terça-feira, em São Paulo.

Segundo o vice-presidente, o Santos fará o possível para driblar as dificuldades financeiras e contratar jogadores. “Vamos reforçar o elenco. Temos a necessidade de ter um elenco forte, porque teremos uma Libertadores pela frente. O time é forte, mas se alguém se machucar, a situação ficará complicada”, afirmou.

Ele negou que o Peixe envolverá o atacante Ricardo Oliveira em trocas por outros jogadores. Houve rumores de que o goleador poderia ser envolvido em uma transação pelo meia Michel Bastos, do São Paulo. “O Ricardo não entra em negociação. Nós não estamos vendendo nem alugando o Ricardo Oliveira”, garantiu Conforti.

Quanto ao volante Thiago Maia, Conforti declarou que o Santos aguarda ofertas do exterior para decidir o futuro do garoto de 19 anos. “Não chegou nenhuma proposta para o Thiago Maia. Se chegar uma oferta que interesse ao jogador e a nós, por que não [vendê-lo]? Por enquanto não chegou”, disse.

Fonte : Gazeta Esportiva

Attachment

guerra-3 Conforti e Cafu participaram do lançamento do prêmio “Gestão de Campeão” (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Leave a Comment

(required)

(required)